Dia Sem Compras


Dia 14/12 – Zona Autônoma Temporária em Betim by D. Graça
dezembro 9, 2008, 6:11 pm
Filed under: Censura e Monitoramento | Tags: ,

taz-betim

ZONA AUTÔNOMA TEMPORÁRIA EM BETIM – Programação (sujeita a modificações)


“Meu princípio é a vida; meu Fim, a morte”


08h às 10h – Café com Bocejos


:: Espaço 1 [Antro Johnny BH]

10h às 12h – É tudo NOSSO!: Grupos e indivíduos ligados à prática da “grafia de rua” discutem as várias formas e táticas. Graffiti, pichação, grapicho, qual é mesmo a diferença?

12h às 14h – Almoço (contribuição de R$ 2,00)

14h às 16h – Sessão de vídeos

16h às 18h – II Encontro Autônom@s BH: Dando continuidade ao encontro anterior, realizado no Espaço Ystilingue, grupos/coletivos e indivíduos envolvidos em projetos autônomos na cidade de Belo Horizonte trocam experiências e continuam no trabalho de convergência/formação de rede.

:: Espaço 2 [Espaço 1871-1999 até quando a vaca disser e nós entendermos: onde ou quando for, se nos freiam, seguimos à deriva!]

10h às 12h – De grátis”. Vivendo o freeganismo: anti-trabalho. Exposições e discussão sobre conceitos e práticas freegan no mundo e como aplicá-las em nossa sociedade.

12h às 14h – Almoço (contribuição de R$ 2,00)

14h às 16h – Cidade Situada [Mesa Amorfa] IV: “Cidades, cotidiano, vida e sobrevivência”. Conversa descontraída sobre as tramas nas quais nos envolvemos na cidade, estratégias de sobrevivência e de vida, espaços fundados e abertos, formas de apropriação de brechas que o próprio mercado e o Estado nos legam, nossas experiências diárias e as formas de subversão possíveis da/na concepção de espaço da metrópole, desde as ações globais até as correrias rotineiras.

:: Espaço 3 [Cela de recuperação e vanglória de Marquês de Sade e Bento XVI]

10h às 12h – Troca de Experiência Ativa: “Corpo, movimento e vivência performática”. Atividades de risco corporal, movimentos, relaxamento e respiração. Entender a performance por uma perspectiva fluida, nonsense, ativa e libertária. Levar roupas confortáveis, que possam sujar e tirar com facilidade. Número de pessoas restrito.

12h às 14h – Almoço (contribuição de R$ 2,00)

14h às 16h – Bate-papo Livro Livre. Acesso e praticidade de materiais impressos, normalmente confinados a preços escandalosos em livrarias ou desaparecidos dos canais de acesso possíveis. Não importa como, mas importa que pessoas leiam. As mais ousadas descompram. Discussão sobre o projeto Livro Livre.

:: Espaço 4 [Terreiro de Banda Um]

10h às 12h – Auto-oficina coletiva de Malabares: É só jogar para cima e pegar ou exige alguma malícia e concentração? Malabares, assim como para confrontar o aborrecimento dos dias, demanda uma ênfase no segundo atributo.

12h às 14h – Almoço (contribuição de R$ 2,00)

14h às 16h – Oficina de Stencil: Troca de experiências sobre técnicas faça-você-mesmo do molde vazado. Traga material se puder: moldes (cartolina, chapa de radiografia, folha plástica, etc.), tinta spray e estilete.

Durante o dia inteiro, há mais!

FEIRA GRÁTIS: Leve o que não mais lhe interessa e/ou pegue qualquer tralha que lá estiver.

INTERVENÇÕES MÚLTIPLAS: Leve tintas ou qualquer coisa que se some a algum ânimo para aloprar o local.

LANCHONETE BARATA VEGANA: Comida a preço acessível e feita com cautela. Recomendamos às pessoas que levem pratos, copos e talheres. Não usamos descartáveis. Dinheiro revertido para o espaço Ystilingue, situado no hipercentro de BH, onde se encontram as mini-estruturas da lanchonete.

COLETAS MASSIVAS: Livros, fanzines, CD´s, DVD´s, discos de vinil, mantimentos não-perecíveis e perecíveis, a serem doados para o espaço Ystilingue e lá disponibilizados.

* JÁ FICA AVISADO:

1. Mutirão marcado para sábado, dia 13/12, pela manhã.

2. A casa abrigará sonecas de plantão. Leve sacos de dormir ou colchões. Talvez caibam, no terreiro, algumas barracas.

3. Pessoas de BH firmaram um ponto de encontro para a ida, no domingo: em frente à Galeria do Rock, na Praça Sete, às 7h30.

4. Ir de bicicleta é, para alguns, uma boa idéia.

5. Coopere com a preservação da limpeza e (des)organização do local. Elemento fundamental para a autonomia e autogestão: desconfiômetro.

PARA MAIS INFORMAÇÕES:


E-mail:

reclamebh@riseup.net

Espaços virtuais:

www.ystilingue.tk

www.d9meia.tk

www.diasemcompras.wordpress.com

www.domingo-nove-e-meia.noblogs.org

www.azucrina.org

Como chegar a Betim:

Ônibus direto: 3292 / 3293 / 3297 / 3298 / 3212 . Pontos na rodoviária de BH e em grande parte da Avenida Amazonas. Existem também vans clandestinas que fazem o mesmo itinerário e não pertencem à máfia italiana do transporte betinense (os pontos são os mesmos).

Metrô: Ir até a Estação Eldorado e pegar ônibus ou van para o centro de Betim (também há a opção de vans clandestinas ou carros de passeio que oferecem caronas por vale transporte).

Ponto de desembarque: Descer no centro de Betim, depois do Habbib’s, ponto em frente à Padaria La Torre.

* O local do evento é uma okupa, portanto por razões de segurança o endereço não será exposto aqui. Procure ir com suas/seus amig@s, muit@s sabem como chegar. Em caso de dúvidas, ligar para um dos números de contato.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: