Dia Sem Compras


Mesmo no asfalto, uma casinha tiquitita. by D. Graça
agosto 21, 2009, 11:11 pm
Filed under: Censura e Monitoramento | Tags:

Há ali, no meio da vizinhança da região do Butantã, na fornalha megalopolitana de São Paulo, uma casinha pequenina suspirando com a gente, esganiçando como cachorra grande. Suspiros intensos entre elos frágeis, porém potentes.

casinha

Casinha que quer viver e que, sobre o asfalto, catalisa um processo diário de lutas e labutas por questões simples: há que viver mais e suplicar menos; há que encontrar modos outros de autoproduzir-se no cotidiano e rasgar a fumaça babilônica com festas imprevistas e brigas triviais.

Há que, sobretudo, fazer dela casa, pois é c’asa que se voa.

“Casa Aberta”, “Saudosa Maloca”, “Okupa do Butantã”… nomeações variadas voltadas para uma gama de dinâmicas que não se explicam por si sós, a não ser que os corpos que a movem – ao se moverem através dela – se disponham a significá-la sem muito compromisso. Complexamente casa. Uma investida coletiva em meio a problemas coletivos e, portanto, também individuais. Pois apenas corpos a encorpam.

Autonomia e autogestão todos os dias, a cada inspirar e expirar.

Uma olhadela num de seus portais: http://okupaixaocasaberta.blogspot.com/


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: